Rede voltada ao empreendedorismo social cria guia para abrir marcenaria

Notícias

Nas proximidades de São Carlos, no interior de São Paulo, a ocupação urbana “Em busca de um sonho” luta pelo direito à moradia. É lá que um grupo de estudantes da Escola de Engenharia de São Carlos (EESC) decidiu desenvolver um projeto para ajudar a comunidade a gerar renda e administrar negócios de forma sustentável.

Batizado de Melius, nome que vem do latim e significa melhor ou melhoria, o projeto envolve várias frentes. Uma delas é a criação da Marcenaria Novo Sonho, que produz móveis sob encomenda a partir de pallets. A empresa fundada em 2017 já chegou a realizar um projeto completo de móveis para recepção e cozinha de uma escola de idiomas da cidade.

A proposta do Enactus Caaso-USP é que o negócio se sustente por si próprio, sem a necessidade do auxílio dos alunos. Nesse processo, que está em andamento, foi feito um open source da marcenaria: um documento aberto que registra e ensina como se replica esse negócio, com os procedimentos que devem ser tomados. “Apesar do modelo a ser explicitado ser de uma marcenaria, é importante ressaltar que qualquer modelo de negócio pode ser criado, basta identificar habilidades e juntá-las a um objetivo”, relata a equipe no site do projeto.

O guia esclarece questões como o público-alvo dos produtos, precificação, atendimento ao cliente e detalhes sobre a produção. “Se o seu tipo de cliente gosta de comprar sem sair de casa, você pode vender por uma lojinha on-line e fazer todo o seu marketing pelo Facebook. Já se eles gostam de fazer compras na cidade e não usam redes sociais, você pode fazer uma exposição de móveis no centro e colocar cartazes nas lojas para divulgar”, sugere o material.

O Enactus é uma rede mundial e sem fins lucrativos que incentiva universitários a desenvolver soluções para problemas sociais usando conceitos de empreendedorismo e sustentabilidade. O intuito é estimular a criação de negócios sustentáveis entre pessoas de baixa renda.

O grupo de São Carlos foi fundado em 2013 e já criou projetos na área de construção civil, culinária e agroecologia. O Enactus Caaso-USP capacita grupos em situação de vulnerabilidade social. Os alunos são responsáveis por prospectar problemas sociais em comunidades próximas ao campus, propor soluções e dar meios para que elas consigam se sustentar.

Fonte – Jornal da USP

Foto – Divulgação