Sebrae na Região Norte vai aderir à Agenda 2030 da ONU

Notícias

Os membros do Comitê de Sustentabilidade dos Sebrae da Amazônia resolveram, na última quarta-feira (27), que o Sebrae de cada um dos nove Estados que compõe o Comitê deverão aderir, até junho deste ano, à Agenda 2030 elaborada pela Organização das Nações Unidas (ONU), na qual constam 17 objetivos (ODS) para os próximos 11 anos, todos focados no desenvolvimento sustentável, tais como erradicação da pobreza, energia limpa e acessível, inovação, trabalho decente, crescimento econômico, estabelecimento de parcerias.

Ao todo, os 17 objetivos possuem 169 metas a serem implementadas por países, entidades e demais partes interessadas que optarem por aderir à Agenda. Cada Sebrae, explica o analista técnico do Sebrae no Amazonas e membro do Comitê, Vicente Schettini, deverá tornar-se signatário do Pacto Global das Nações Unidas e, posteriormente, elaborar um conjunto de ações e propostas a serem enviadas à ONU. para obtenção do termo de adesão à Agenda 2030.

De acordo com a diretora-superintendente do Sebrae no Amazonas, Lamisse Cavalcanti, a vinculação de cada Sebrae vai ocorrer de forma alinhada à sua missão institucional que, em síntese, consiste no apoio aos pequenos negócios e fomento ao empreendedorismo.

“Entendemos, hoje, que ao falar de sustentabilidade na região Norte temos dois nomes fortes de impacto nacional e global: o primeiro, o próprio Sebrae, que tem uma forte atuação como agente de desenvolvimento econômico local nas cidades; e o segundo, o nome Amazônia, que desperta interesse internacional. Dessa forma, entendemos que o Comitê, o qual fazemos parte, deve ser signatário de metas globais, mas que tenham impactos em nossa realidade amazônica”, argumenta.

A diretora esclarece que, entre outras finalidades, é papel do Comitê de Sustentabilidade dos Sebrae da Amazônia disponibilizar para as micro e pequenas empresas da Região informações técnicas e conhecimentos úteis relacionados ao desenvolvimento sustentável, incentivando a criação de novos negócios, ou fortalecendo os atuais, comprometidos com a preservação da vida humana e de meio ambiente no planeta.

Ainda de acordo com a dirigente, outra tarefa importante do Comitê é mapear todos os eventos, iniciativas e fóruns de discussão sobre sustentabilidade organizados por entidades públicas e privadas da Amazônia Legal, com o objetivo de firmar parcerias estratégicas de atuação em prol do fortalecimento das micro e pequenas empresas como importantes geradoras de emprego, renda e oportunidades. O Comitê de Sustentabilidade dos Sebrae da Amazônia é composto pelas unidades-sedes do Sebrae localizadas nos estados do Amazonas, Acre, Amapá, Tocantins, Pará, Rondônia, Roraima, Maranhão e Mato Grosso.

BOX

O presidente do CDE, Muni Lourenço, participou da abertura do evento e destacou que a sustentabilidade da floresta “tem que caminhar junto com o desenvolvimento regional da Amazônia, e que isso passa pelos micro e pequenos empresários, que são a base do Sebrae”.

 

Fonte – Sebrae

Foto – Divulgação