Sepror, Idam e Embrapa assinam Termo de Cooperação Técnica

Notícias

Em reunião realizada na manhã da sexta-feira (25/01), na sede da Embrapa em Manaus, o Instituto de Desenvolvimento Agropecuário e Florestal Sustentável do Estado do Amazonas (Idam), órgão vinculado à Secretaria de Estado de Produção Rural (Sepror), assinou Termo de Cooperação Técnica com a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa).

O termo vai auxiliar na capacitação de extensionistas (técnicos do Idam que fazem extensão rural) e produtores, além de atualização dos sistemas de produção e realização de estudos das principais atividades agropecuárias no Estado do Amazonas.

A diretora-presidente do Idam, Eda Maria Oliva, destacou que “O ato vai estreitar a relação de parceria com a Embrapa. Eda relatou também que este é o primeiro de muitos outros acordos que pretendemos realizar nesta administração”.

Segundo o secretário da Sepror, Petrúcio Magalhães, esta foi a primeira de uma série de reuniões com instituições de pesquisa, objetivando levar conhecimento e tecnologia para os produtores. “Não podemos pensar em uma mudança no campo sem pensar na pesquisa e na extensão. A ideia é colocar todo esse conhecimento tecnológico a serviço da produção rural, garantindo aumento da produção de forma sustentável”, ressaltou Petrúcio.

Na ocasião, o chefe-geral da Embrapa, Celso Azevedo, apresentou as principais pesquisas da instituição no Amazonas. Foram detalhadas as 12 cadeias produtivas: cupuaçu, açaí, banana, citros, olericultura, pecuária, feijão caupi, guaraná, abacaxi, piscicultura, seringa e pecuária.

Pelo Sistema Sepror, também estiveram presentes na reunião, o diretor-presidente da Agência de Defesa Agropecuária e Florestal do Amazonas (Adaf), Alexandre Araújo; o diretor-presidente da Agência de Desenvolvimento Sustentável (ADS), Flávio Antony Filho; o superintendente regional do Ministério da Agricultura, Guilherme Pessoa; o presidente da Organização das Cooperativas do Brasil (OCB), Merched Chaar; e o presidente da Federação da Agropecuária (Faea), Muni Lourenço.

Fonte – Secom

Edição – Coopnews

Foto – Divulgação