No Pará, MTur articula adesão de duas instituições financeiras ao Fungetur

Turismo

Os empreendimentos turísticos paraenses deverão dispor de dois agentes financeiros operando linhas de crédito do Fundo Geral de Turismo (Fungetur). Em conversa com o secretário Nacional de Atração de Investimentos, Parcerias e Concessões do Ministério do Turismo, Lucas Fiuza, representantes dos bancos da Amazônia e o do Estado do Pará demonstraram interesse em se credenciar ao programa. O encontro fez parte de uma visita técnica realizada nesta semana pelo MTur no estado para conhecer os atrativos e potenciais turísticos da região, ouvir empreendedores e investidores privados e aumentar a capilaridade do Fundo.

De acordo com o secretário Lucas Fiuza, visitas do tipo evidenciam o empenho do Ministério do Turismo em desenvolver o setor no país com qualidade, eficiência e investimentos. “Estamos cumprindo essa importante agenda aqui para tornar o turismo do Pará e da Região Norte em um dos melhores do país. O estado tem diversos atrativos, belezas ímpares e um grande potencial para isso. Nossa intenção é transformar isso em realidade e em emprego e renda para todos os paraenses”, disse.

Durante três dias, membros da Secretaria Nacional de Atração de Investimentos, Parcerias e Concessões do MTur cumpriram uma agenda intensa no Pará. Em Belém, capital do estado, a comitiva visitou os galpões de ferro da Companhia Docas do Pará (CDP), a Estação das Docas e o centro histórico da capital. Além disso, a equipe realizou um sobrevoo sobre as ilhas das Onças e do Combu – na área insular de Belém -, sobre o Parque Amazônia, a Ilha de Marajó e Salinópolis, na costa atlântica, e esteve ainda na cidade de Santarém.

Acompanhando a comitiva, o secretário de Estado de Turismo, André Dias, destacou a relevância da presença do grupo. “É importante trabalhar em parceria com o MTur, para que eles possam nos auxiliar na atração de investimentos. Para que isso possa acontecer, eles precisam conhecer melhor o Pará, todas as suas potencialidades, ver o destino de perto, suas oportunidades de negócios nacionais e internacionais. O turismo tem uma capacidade de geração de emprego e renda muito grande, e temos que trabalhar com o mercado para alcançar esses investimentos”, completou.

 

 

Fonte – Mtur

Foto – Divulgação

Deixe uma resposta