Startup nacional oferece ferramenta de pesquisa em turismo a destinos brasileiros

Turismo

Em homenagem ao Dia Mundial do Turismo (27.09), a startup brasileira Smart Tour vai oferecer a destinos nacionais a oportunidade de experimentar uma ferramenta inovadora de captação de dados do setor. Durante seis meses, cinco cidades – uma de cada região do país – poderão utilizar, gratuitamente, a Smart Survey, plataforma que realiza pesquisa de Demanda Turística de forma 100% digital. A solução foi a grande vencedora na categoria “Tecnologia no Turismo” do Prêmio Nacional de Turismo de 2019, promovido pelo Ministério do Turismo em parceria com o Conselho Nacional de Turismo (CNT).

Gestores públicos de turismo podem inscrever suas cidades até às 18h do dia 25 de setembro, clicando AQUI e o resultado será divulgado no dia 27 de setembro. Os municípios selecionados na iniciativa da Smart Tour passarão a fazer parte de uma lista do MTur de cidades interessadas em tornar-se um Destino Turístico Inteligente, para futuras ações da Pasta.

O ministro do Turismo, Gilson Machado Neto, reforça a importância de ações como esta para a promoção e a estruturação do setor no país. “A tecnologia aliada à informação é a receita ideal para ajudar a desenvolver o turismo no Brasil. Captar dados de maneira ágil possibilita entender a demanda turística local e estruturar ações de fomento ao turismo da região”, ressalta.

A CEO da Smart Tour Brasil, Jucelha Carvalho, explica que a Smart Survey utiliza IoT (Internet of Things, ou “Internet das Coisas”), o que permite uma transformação dos atrativos em agentes coletores de informações, diminuindo o custo e fornecendo resultados em tempo real para os órgãos gerenciais de turismo.

“Esse repasse de informações gera dados inéditos no setor turístico do estado. Eles são enviados aos observatórios e às secretarias de Turismo e ajudam na elaboração de políticas públicas mais eficientes, pois dá um poder de decisão bem mais rápido à gestão pública”, comenta Carvalho.

A ferramenta Smart Survey já é utilizada por diversos municípios brasileiros, como Florianópolis (SC), uma das 10 cidades escolhidas pelo Ministério do Turismo para receber o projeto-piloto de Destinos Turísticos Inteligentes (DTI) no país. Para o superintendente de Turismo da capital catarinense, Vinícius de Lucca, a pesquisa de demanda realizada pela Smart Tour vem auxiliando a tomada de decisão pela Secretaria Municipal de Turismo desde 2019.

“Florianópolis passou anos sem realizar pesquisa de demanda, devido ao alto custo desta ação. Com o uso da Smart Survey, passamos a ter relatórios frequentes e em tempo real, o que vem nos ajudando na elaboração de políticas públicas voltadas ao turismo em nossa cidade”, aponta Vinícius de Lucca.

Segundo a startup, destinos turísticos de pequeno porte também podem se beneficiar da ferramenta, pelo baixo custo operacional e a alta adesão dos visitantes. A cidade de Jaraguá do Sul, em Santa Catarina, é um exemplo. O município utiliza a Smart Survey há três meses e está investindo em ações que possam auxiliar a consolidar o local como um destino turístico.

“Para nós, a pesquisa de demanda significa uma forma de conhecer o perfil de quem nos visita, saber por que ele procurou nossa cidade como destino e, desta forma, termos a informação necessária para direcionar os investimentos de forma mais assertiva e eficiente”, ressalta a diretora de Turismo de Jaraguá do Sul, Leila Modro.

SMART TOUR – A Smart Tour é uma startup de tecnologia de ponta voltada para a gestão pública do turismo, com soluções inovadoras. Além do reconhecimento no Prêmio Nacional do Turismo, a empresa catarinense foi uma das finalistas do 1º Desafio Brasileiro de Inovação em Turismo, promovido pelo MTur e o Wakalua – primeiro polo global de inovação em turismo -, que consagrou iniciativas destinadas à retomada do setor. A empresa também foi destaque na 3ª Competição Global de Startups da Organização Mundial do Turismo (OMT) e fez parte do grupo de finalistas do Healing Solutions for Tourism Challenge, realizado no ano passado pela OMT.

DESTINOS INTELIGENTES – Atualmente, 10 cidades brasileiras, representando as cinco regiões do país, integram o projeto-piloto de implantação de DTI, promovido pelo MTur: Rio Branco/AC e Palmas/TO (Norte); Recife/PE e Salvador/BA (Nordeste); Campo Grande/MS e Brasília/DF (Centro-Oeste); Florianópolis/SC e Curitiba/PR (Sul); e Rio de Janeiro/RJ e Angra dos Reis/RJ (Sudeste). Pioneira no país, a ação busca definir diretrizes e um formato nacional para a criação de destinos do tipo.

 

Fonte – Mtur

Foto – Divulgação

Deixe uma resposta