Projeto apresenta ao Brasil diversidade dos destinos paraenses

Turismo

“Quem vai ao Pará, parou. Tomou açaí, ficou”, a letra de Nilson Chaves, um hino entre os paraenses retrata o encantamento de quem visita o estado e se apaixona por seus encantos. Mas e os paraenses? Será que eles conhecem bem as belezas do seu estado? Foi pensando em retratar sua diversidade que Rômulo Dias criou o projeto “Visite o Pará”. A meta é ousada: visitar todos os 144 municípios paraenses até fevereiro de 2023.

A jornada teve início em 24 de junho, data em que a página que deu início ao projeto completava três anos de criação. Apesar do espaço inicialmente criado para contar sua experiência como viajante, Rômulo só começou a planejar a jornada em janeiro deste ano. Toda a viagem pode ser acompanhada pelo perfil do projeto no Instagram @visiteopara, que já conta com 120 mil seguidores.

Natural de Belém (PA), Rômulo determinou que a partida teria que ser pelos municípios que estavam próximos. Sendo assim, 90% do percurso será feito por via terrestre, de maneira contínua para cidades próximas. O restante do percurso – 10% – será feito de barco, constituindo a parte final da viagem, com destaque para a maior ilha fluviomarítima do mundo, a ilha do Marajó. Vale lembra que o turismo de proximidade – até 300 km do local de partida – é uma das principais tendências do turismo no pós-pandemia.

Para Rômulo, o intuito do projeto é dar visibilidade ao estado, permitindo que cada vez mais brasileiros olhem para o Pará de uma forma diferente. Dando destaque a toda a diversidade ambiental, riqueza cultural, patrimônios históricos e gastronomia única. Vale destacar que o estado possui uma das gastronomias mais bem avaliadas pelos turistas estrangeiros que vêm ao Brasil.

Com pouco mesmo de um mês de início da jornada, Rômulo Dias já comemora a resposta positiva à iniciativa ao elevar o conhecimento dos próprios paraenses em relação ao seu estado. Além de promover os destinos, Rômulo aproveita as viagens para trocar informações com os moradores locais e levar conhecimento sobre a atividade turística, bem como a importância do marketing digital para impulsionar o turismo.

 

Fonte – Mtur

Foto – Divulgação

 

Deixe um comentário