Em reunião do Grupo de Ação Regional das Américas, MTur apresenta ações sobre Turismo Responsável e Sustentabilidade

Turismo

Ministério do Turismo participou nesta semana da XVI Reunião Anual do Grupo de Ação Regional das Américas (GARA), que ocorreu na cidade de Assunção, Paraguai. O encontro reuniu países que agem no combate à exploração sexual de crianças e adolescentes no turismo. São integrantes do GARA: Uruguai, Paraguai, Argentina, Chile, Bolívia, Colômbia, Peru, Equador, Nicarágua, Guatemala, Costa Rica, México, El Salvador e Honduras.

Como parte da programação, foi realizado o Seminário Internacional sobre Prevenção do Tráfico de Pessoas e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes em viagem e Turismo. Representando a Pasta, a coordenadora de Turismo Responsável, Laís Campelo, apresentou o Código de Conduta Brasil.

A ferramenta incentiva que empresas e prestadores de serviços turísticos assumam e adotem uma posição explícita de repúdio à exploração sexual contra crianças e adolescentes, mobilizando-os como importantes agentes de denúncia a supostos crimes a partir do Disque 100. Ele conta também com o Manual do Multiplicador, uma ferramenta para ampliar os impactos das ações de enfrentamento ao crime.

“Temos avançado em ações de proteção ao meio-ambiente, com o compromisso da sustentabilidade, mas sem perder o foco na proteção das nossas crianças e adolescentes e o setor do turismo pode contribuir muito nesse sentido”, ressaltou Laís Campelo.

Outra ação apresentada foi o Programa Turismo Acessível, que constitui a política de acessibilidade do Ministério do Turismo e propõe uma série de medidas que visam promover a inclusão social e o acesso de pessoas com deficiência aos benefícios da atividade turística. O destaque levado pelo MTur foram as cartilhas para atender bem turistas com deficiência, LGBTQIA+ e idosos.

Laís Campelo também falou sobre o Programa “Turismo Seguro”, que tem o objetivo de ampliar a sensação de segurança na atividade turística e fortalecer o turismo do Brasil, de forma competitiva e sustentável, contribuindo para o desenvolvimento econômico e social.

 

Fonte – Mtur

Foto – Divulgação

 

Deixe um comentário