Cidade de Japurá no interior do Amazonas recebe Oficina de Turismo

Variedades

Próximo à Tríplice Fronteira, formada por Brasil, Colômbia e Peru, a cidade de Japurá fica (a 744 quilômetros a noroeste de Manaus) e inicia um trabalho para a implantação da atividade turística no município, com o apoio do Governo do Amazonas, por meio da Empresa Estadual de Turismo (Amazonastur).

A primeira ação no município foi uma Oficina de Sensibilização e Planejamento Turístico, com o objetivo de desenvolver e ordenar as possíveis atividades turísticas da localidade. A oficina reuniu mais de 50 pessoas e ocorreu na Câmara de Vereadores de Japurá.

Após dois dias de oficina, a Amazonastur percorreu os principais atrativos naturais e culturais do município, acompanhada pela equipe da prefeitura de Japurá.

Cadastur – No âmbito de empreendimentos hoteleiros, a Amazonastur fez um levantamento em hotéis e pousadas no sentido de orientá-los e regularizá-los no Cadastro dos Prestadores de Serviços Turísticos (Cadastur). “Foi um trabalho muito exitoso, afinal o nosso Estado tem um potencial gigantesco para a atividade turística, por isso que se faz necessária a realização dessas oficinas para ter um diagnóstico mais preciso do setor”, finalizou o professor Francisco Girão, técnico da Amazonastur, responsável pela condução do trabalho realizado em Japurá.

A Amazonastur, ainda no município, participou da 2ª edição da Festa do Pirarucu Manejado, que ocorreu entre os dias 9 e 10 de dezembro. As oficinas e visitas técnicas ocorreram de 5 a 8 de dezembro e contou com o apoio da prefeitura do município.

Oficinas – Em 2017, o Governo do Amazonas, por meio da Amazonastur, já realizou a Oficina de Sensibilização e Planejamento Turístico em Parintins, Maués, Manacapuru, Novo Airão, Iranduba, Benjamin Constant, Tabatinga, Humaitá, Tefé e Barcelos.

Para 2018, o Órgão Estadual de Turismo prevê a realização de novas oficinas e cursos de capacitação em outros municípios do Estado, visando assim ampliar a mão-de-obra qualificada e melhorar a qualidade dos serviços no segmento.

 

Fonte – Secom

Deixe um comentário