Grupo de coordenação para enfrentamento dos problemas nas hidrovias vias se reuniu na terça-feira, em Brasília

Variedades

O secretário de Recursos Hídricos e Qualidade Ambiental do Ministério do Meio Ambiente, Jair Tannús Júnior, participou nesta terça-feira de reunião de coordenação para enfrentamento dos problemas nas hidrovias, organizada pelo chefe do Estado-Maior da Armada, almirante de esquadra Ilques Barbosa Júnior, da Marinha do Brasil.

De acordo com Tannús Júnior, o objetivo foi buscar as possíveis medidas para estreitar os laços institucionais no combate aos problemas hidroviários, como “sistematizar, ampliar e intensificar operações para o enfrentamento dos desafios atuais, como segurança e proteção”, observou.

Estavam presentes o presidente da Agência Nacional de Transportes Aquaviários (Antaq), Adalberto Tokarski; o diretor-geral da Polícia Federal, Fernando Queiroz Segovia Oliveira; o coordenador-geral de Gerenciamento Costeiro do Ministério do Meio Ambiente, Régis de Lima, o presidente substituto do Ibama, Luciano Evaristo; e o secretário da Receita Federal, Jorge Rachid.

DESAFIOS

O almirante Lima Filho, representando o Comando de Operações Navais da Marinha e a Diretoria Geral de Navegação, apresentou as possíveis ações de cooperação entre órgãos federais no “modal aquaviário”. Ele relatou a preocupação com a criminalidade e com o garimpo ilegal nas hidrovias, a poluição do meio ambiente com mercúrio, aquisição ilegal de mercúrio (sem nota fiscal), roubo de carga, venda ilegal de combustível dentre outros assuntos.

Durante a apresentação, Lima Filho destacou, ainda, a importância das ações de cooperação, como debater novas ideias para solucionar ou mitigar problemas enfrentados, incrementar trocas de informações na área de inteligência, fomentar e valorizar as Comissões Estaduais de Segurança Pública nos Portos, Terminais e Vias Navegáveis (Cesportos), incentivar a aproximação regional e compartilhar sistemas operacionais.

 

Fonte – MMA

Deixe um comentário