População do interior é a mais satisfeita com a vida, indica pesquisa da CNI

Variedades

Contato direto e pessoal com os habitantes e com os gestores municipais é um dos benefícios das regiões interioranas, que pode contribuir para o contentamento dos moradores. Uma pesquisa da Confederação Nacional da Indústria (CNI) indica que o Índice de Satisfação com a Vida é maior entre a população residente em Municípios do interior. Os dados do Índice Medo do Desemprego – também mostram que, nessas localidades, se tem menos medo de perder o emprego.

De acordo com a divulgação, a população mais satisfeita com a vida reside está no interior do país. Foi lá onde se atingiu maior pontuação, 66,9 pontos, de uma escala de 0 a 100. Os menos satisfeitos são os que vivem nas periferias, 62 pontos. A pontuação obtida por residentes nas capitais ficou em 64,7 pontos. Já, em relação ao desemprego, o índice registrado ficou em 64,5 pontos nas regiões do interior, enquanto nas capitais e periferias esse índice ficou em 67,5 pontos.

Quando comprado a 2016, o medo de perder o emprego aumentou, segundo o Índice de Medo do Desemprego e o Índice de Satisfação com a Vida, divulgados na sexta-feira, 5 de janeiro. De acordo com o levantamento, o índice relativo a medo de desemprego estava em 65,7 pontos em dezembro de 2017, o que representa uma alta de 0,9 ponto em comparação com dezembro do ano anterior.

A pesquisa da CNI apontou também que a satisfação do brasileiro com a vida diminuiu entre setembro e dezembro do ano passado, atingindo 65,6 pontos em dezembro. O valor é 0,4 ponto menor do que o registrado em setembro e 1,2 ponto abaixo do registrado em dezembro de 2016. O Índice de Satisfação com a Vida é também inferior à média histórica, de 69,9 pontos.

 

Fonte – ABr

Deixe um comentário