Uber testa modalidade que permite ao usuário reservar carro por hora

Variedades

Na tentativa de achar novas fontes de receita para seu negócio de corridas compartilhadas, seriamente afetado pela COVID-19, a Uber está testando uma nova modalidade, focada nos passageiros que precisam fazer viagens mais longas e múltiplas paradas. A partir de um recurso chamado “De hora em hora”, os interessados podem definir a quantidade de tempo que a viagem deve levar, reservando um horário fixo em que ele poderá usar os serviços do motorista.

O Uber já oferece a modalidade vários destinos em uma mesma viagem desde 2017. Mas essa espécie de evolução do recurso adiciona um número de horas para as corridas mais longas e com a possibilidade de realizar várias paradas, sem limite de tempo de espera para o motorista. Esse pode ser uma opção interessante para o usuário que precisa realizar várias tarefas, mas tem medo de usar o transporte público por causa da pandemia. Em comunicado, Niraj Patel, diretor de operações do Uber, descreveu a modalidade como “uma oportunidade adicional de ganhos para os motoristas, à medida que avançamos neste ‘novo normal ‘”.

O valor a ser cobrado para pela modalidade será de US$ 50 (R$ 266) por hora. Ao acioná-la, o passageiro deverpa selecionar quanto tempo durará a viagem, antes de confirmá-la. A Uber afirma que o valor mencionado será o mesmo, ainda que a viagem leve menos tempo que o previsto. Será possível incluir três destinos e a tarifa não inclui itens como pedágio ou sobretaxas.

Restrições

Ainda que o motorista fique à disposição do passageiro, a modalidade apresenta algumas restrições. O usuário não poderá utilizá-la para corridas de ou para aeroportos, além de passeios turísticos. Além disso, haverá limites de quilometragem dependendo da cidade onde o “De hora em hora” é usado, sendo que em alguns dos municípios, o limite é de 64 quilômetros.

Além disso, caso as viagens nessa modalidade estourem o limite de tempo, a cobrança passa a ser por minuto ou por quilômetro para as corridas que ultrapassem esse limite. As taxas serão rateadas com base nos US $ 50.

O “De hora em hora” já foi testado pelo Uber testou a idéia em países como Austrália, África do Sul, alguns Europa e Oriente Médio. Agora, a empresa está trazendo a modalidade para 12 cidades dos EUA: Atlanta; Chicago; Washington DC; Dallas; Houston; Miami; Orlando; Filadélfia em Tampa Bay; Fénix; Tacoma; e Seattle. A empresa diz que espera expandi-lo para mais munícipios nas próximas semanas.

 

Fonte – Reuters / The Verge

Foto – Divulgação

Deixe uma resposta