Nacional divulga elenco de futebol de mesa

Variedades

O Departamento de Futebol de Mesa do Nacional FC divulga os atletas para o elenco que vai disputar as competições, representando o Mais Querido. No total, serão quatro jogadores, Jhonata Rosas, Paulo Ricardo, Catunda Neto e Augusto Barba, todos com experiência na modalidade e com expectativa de trazer títulos para a Vila Municipal.

Conheça mais sobre os jogadores

Jhonata Rosas, ou somente Jhon, tem 27 anos, o mais jovem do time. Divide a profissão de editor fiscal, com a grande paixão que é o futebol de mesa. Em 2017, foi campeão do Campeonato Amazonense de Equipes, defendendo a extinta equipe da Zona Norte, onde encarou grande equipes como Banca Forte e Penarol. Ele conta como começou no esporte e revela quem são seus ídolos.

-Iniciei em 2008 na antiga Associação Manauara de Futebol de Mesa. Comecei por influência dos meus primos, os irmãos Marcos e Márcio Rosas. Meus maiores ídolos são aqueles que na década de 80 lutaram por este esporte no Amazonas, como seu José Carlos, Alberto Afonso, passando pela AMFM por Marcos Cavalcante, Jefferson Ferreira até a atual diretoria no qual estou inserido e que lutam pela modalidade até os dias de hoje-, contou.

Augusto dos Santos Araújo, o Barba, tem 34 anos e é servidor público. Começou a praticar o esporte ainda na infância, ao lado do pai já falecido. Ele lembra do saudosismo dessa época.

-Comecei a jogar para resgatar tempos áureos que eu e meu pai disputávamos quando eu era criança. Comecei em fevereiro de 2015. Sempre tive meu pai como maior ídolo, o senhor Antônio Augusto Leitão de Araújo in memorian-, revela.

Barba tem no currículo o título de Campeão Amazonense de 12 toques em 2019 e admite que vestir o manto azulino é uma grande responsabilidade, na qual ele se sente preparado para assumir.

Paulo Ricardo de Souza Barboza, o RPM, tem 36 anos, é engenheiro químico e admitiu que é apaixonado por futebol, contou que ainda na infância, começou a colecionar time de futebol de botão.

– Sempre fui apaixonado por futebol de botão. Cheguei a ter mais de 50 times da marca Marca Gulliver quando colecionava. Mas comecei a praticar mesmo em 2017, quando tive contato com a Federação Amazonense de Futebol de Mesa e passei a participar das competições como atleta federado-, lembrou.

Na carreira, ele destaca o vice Campeonato Amazonense por equipes em 2019 e ter sido o representante do estado do Amazonas no Campeonato Brasileiro por equipes em 2019, depois de 30 anos sem representantes do estado. Individualmente, a regularidade nos torneios sempre chegou às fases finais, o que permitiu terminar em 4º no ranking da modalidade de 12 toques, em 2019, garantindo direito a uma vaga no próximo Campeonato Brasileiro da modalidade.

RPM admite que é nacionalino de coração e revela sua expectativa, agora defendendo as cores do Leão da Vila Municipal.

-Como nacionalino desde criança é uma responsabilidade grande representa essa camisa em qualquer esporte. Estou muito feliz e a expectativa é trazer conquistas para o hall de conquistas do Nacional-, afirmou.

O quarto jogador é Catunda Neto, botonista veterano e 7º do ranking amazonense na modalidade 12 toques em 2019.

O departamento da modalidade não descarta o anuncio de outros atletas.

 

 

Fonte – Ascom

Foto – Divulgação

 

Deixe uma resposta