Em Manaus, governo do Acre trata da abertura da estrada que vai ligar Feijó a Envira/AM

Variedades

Com a licença ambiental em mãos e as obras já em andamento do lado acreano, o governador do Estado, Gladson Cameli, esteve em Manaus (AM), para garantir a continuidade dos serviços na abertura da estrada que vai ligar os municípios de Feijó (AC) e Envira (AM).

Para Gladson, a ligação terrestre de uma estrada com 90 quilômetros de extensão significa um importante avanço para a economia local e também a realização de um anseio antigo dos moradores.

“A abertura dessa estrada é um compromisso meu que começa a ser cumprido em pouco mais de um ano e meio de gestão. O Imac [Instituto de Meio Ambiente do Acre] fez sua parte emitindo a licença, o Deracre, por sua vez, já enviou maquinário, e a obra do nosso lado já está em andamento. Em Manaus, viemos acordar para que as obras do lado de Envira também sejam executadas”, disse Gladson Cameli.

Foto – oito A

Saindo do Acre, são 56 quilômetros até a divisa entre os dois estados. O trabalho para abertura do trecho começou em agosto, com previsão de terminar até novembro. Durante a reunião, ocorrida na quinta-feira, 22, o governo do Amazonas garantiu a continuidades dos serviços, tirando a população de Envira do isolamento terrestre que experimenta há muitos anos.

“Tivemos uma reunião bastante produtiva, pois conseguimos tratar também sobre a colocação de uma balsa que temos em Feijó para a travessia do Rio Jurupari, e também sobre a manutenção da estrada de Cruzeiro do Sul a Guajará (AM). No caso da balsa, o governo do Amazonas entra com a manutenção do equipamento. Já no caso da estrada Feijó-Envira, cada estado cuida da execução dos serviços do seu lado.”, destacou Ítalo Medeiros, secretário de Estado de Infraestrutura do Acre.

Os projetos são importantes para ajudar no desenvolvimento social e econômico dos estados, facilitando a comunicação entre cidades vizinhas situadas na  fronteira dos dois estados, o projeto também vai auxiliar no escoamento de produtos entre os as cidades e regiões abrangidas, fortalecendo, as economias do Amazonas e do Acre.

 

Fonte – Governo do Acre

Edição – Coopnews

Foto – Divulgação

 

 

Deixe uma resposta