Remo e Vila Nova decidem o título da Série C no Mangueirão no sábado

Variedades

Chegou a hora da decisão. O Clube do Remo (PA) entra em campo neste sábado (30) contra o Vila Nova Futebol Clube (GO) em partida decisiva pelo Campeonato Brasileiro de Futebol da Série C. A final começa às 17h, no Estádio Olímpico do Pará, o Mangueirão, já preparado pela Secretaria de Estado de Esporte e Lazer (Seel) para receber o jogo que define o campeão da competição da Confederação Brasileira de Futebol (CBF).

O clube paraense joga com a convicção da conquista do campeonato e conclama a torcida para apoiar o time. “A preparação do clube segue focada nesta final. Tivemos, claro, algumas dificuldades com relação ao surto da covid-19, e com o resultado do primeiro jogo da final, mas a gente acredita na conquista do título. Fizemos uma grande temporada, e muita coisa boa vem por aí”, disse Renan Bezerra, diretor de Marketing do Remo.

“O Remo entra em campo buscando seu segundo título nacional, foi campeão em 2005 e agora tenta o bicampeonato. Porém, foi afetado pelo surto de Covid-19 e perdeu de 5 a 1 para o Vila Nova no primeiro jogo da final. Dentro desse contexto precisa reverter e buscar a vitória, precisando ganhar por cinco gols de diferença ou se ganhar por quatro gols, vai para os pênaltis. Claro, jogo de futebol tem dessas coisas e pode ser surpreendente”, analisou o jornalista Rodolfo Marques, comentarista esportivo há 20 anos.

De acordo com a Gerência de Segurança do Mangueirão, com relação ao decreto do Governo do Estado, em vigor a partir desta sexta-feira (29), as medidas do protocolo de segurança estão sendo reforçadas, principalmente na questão do distanciamento social com nova demarcação de espaço e maior rigor na circulação de pessoas no ambiente, além do cumprimento de todas recomendações sanitárias já determinadas.

“O Mangueirão mais uma vez é palco de uma grande final nacional, desta vez entre Remo e Vila Nova. Da nossa parte todos os cuidados para receber partida foram tomados, em especial com higienização da estrutura e do gramado. Por ser um evento de decisão, teremos um aparato maior de apoio da segurança pública, dentro e fora do estádio e nossa expectativa é de mais um grande espetáculo do futebol, com a possibilidade de conquista de título para o nosso estado”, afirmou Cláudio Santos, gerente de Segurança do Estádio Olímpico.

Em razão da pandemia do novo coronavírus, os jogos de futebol ficaram suspensos e a retomada ocorreu em agosto de 2020. Ao todo, o Mangueirão sediou 19 partidas, incluindo a final, da competição da terceira divisão.

Outras finais também foram realizadas na praça esportiva. Em setembro, o Paysandu venceu o Remo, conquistando o título do Campeonato Paraense de Futebol 2020. Em novembro, o time da Esmac conquistou pela quinta vez consecutiva o título do campeonato Paraense de Futebol Feminino, vencendo o time do Paysandu. E em dezembro, a Tuna Luso venceu o Sport Real, em partida do Campeonato Paraense da Segunda Divisão e conquistou o acesso à elite do futebol paraense após sete anos.

 

Fonte – Agência Pará

Foto – Divulgação

Deixe uma resposta