FVS-AM divulga informações sobre a pademia neste domingo (14/02)

Variedades

A Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas (FVS-AM), por meio do Boletim Diário de Covid-19, edição de nº 317, informa o diagnóstico de 632 novos casos de Covid-19, totalizando 294.954 casos da doença no estado.

Segundo o boletim, foram confirmados 53 óbitos por Covid-19, sendo 24 ocorridos no dia 13/02 e 29 óbitos foram encerrados por critérios clínicos, de imagem, clínico-epidemiológico ou laboratorial, elevando para 9.872 o total de mortes.

Na capital, de acordo com dados da Prefeitura de Manaus, neste sábado (13/02), foram registrados 51 sepultamentos por Covid-19. O boletim acrescenta, ainda, que 34.313 pessoas com diagnóstico de Covid-19 estão sendo acompanhadas pelas secretarias municipais de saúde, o que corresponde a 11,63% dos casos confirmados ativos.

Rede de Assistência – Entre os casos confirmados de Covid-19 no Amazonas, há 1.651 pacientes internados, sendo 1.004 em leitos clínicos (254 na rede privada e 750 na rede pública), 600 em UTI (264 na rede privada e 336 na rede pública) e 47 em sala vermelha, estrutura voltada à assistência temporária para estabilização de pacientes críticos/graves para posterior encaminhamento a outros pontos da rede de atenção à saúde.

Há ainda outros 429 pacientes internados considerados suspeitos e que aguardam a confirmação do diagnóstico. Desses, 313 estão em leitos clínicos (60 na rede privada e 253 na rede pública), 82 estão em UTI (53 na rede privada e 29 na rede pública) e 34 em sala vermelha.

Banco de dados – O boletim diário é construído com as informações disponibilizadas diariamente pelas prefeituras municipais, todos os dias da semana, incluindo fins de semana e feriados.

Alerta à população – O uso da máscara, manter a distância entre as pessoas, lavagens das mãos com água e sabão ou a utilização de álcool em gel, são recomendações consideradas fundamentais no controle da circulação do vírus da Covid-19, que continua presente no estado.

A FVS-AM alerta que a flexibilização dos serviços e comércios não descredencia essas medidas que são essenciais para manter as atividades funcionando.

 

 

Fonte – Secom

Edição – Coopnews

Foto – Divulgação

 

Deixe uma resposta