Comissão discute programa que integra cadeias produtivas do açaí no Pará

Variedades

A Comissão de Integração Nacional, Desenvolvimento Regional e da Amazônia da Câmara dos Deputados discute nesta quarta-feira (13) a implementação do programa Rotas de Integração Nacional no Pará.

“As rotas de integração nacional são redes de arranjos produtivos locais – territorialmente e setorialmente interligados que promovem a inovação, a diferenciação, a competitividade e a lucratividade dos empreendimentos associados”, explica a deputada Vivi Reis (Psol-PA), que propôs a realização da audiência. A ideia é contribuir para a inclusão produtiva e o desenvolvimento regional.

Atualmente, segundo a parlamentar, o Ministério do Desenvolvimento Regional trabalha dez cadeias produtivas: a Rota do Açaí, a Rota da Biodiversidade, a Rota do Cacau, a Rota do Cordeiro, a Rota da Economia Circular, a Rota da Fritucultura, a Rota do Leite, a Rota do Mel, a Rota do Peixe, e a Rota da Tecnologia da Informação e Comunicação.

A audiência desta quarta deve focar na avaliação da Rota do Açaí, fruto originário da Amazônia que se popularizou e ganhou mercados internacionais nas últimas décadas. “O Pará, sozinho, responde por 61% da produção nacional. Já o Amazonas ocupa a segunda posição nesse ranking, com 23% do total produzido no País”, afirma a deputada, que pretende discutir com os convidados as dificuldades e os desafios enfrentados pela rota.

Foram convidados para discutir o assunto com os parlamentares, entre outros:
–  o diretor de Desenvolvimento Regional e Urbano do Desenvolvimento Regional,  Francisco Soares de Lima Júnior;
– o chefe-geral da Embrapa Amazônia Oriental, Walkymário Lemos;
– o secretário de Desenvolvimento Agropecuário e da Pesca do Estado do Pará, Giovanni Corrêa Queiroz;
– a coordenadora da Rede Setorial da Cadeia Produtiva da Rota do Açaí, Rosa Maria Alexandre da Silva;
– a coordenadora do Projeto Casa do Açaí – Comitê Nordeste Paraense da Rota do Açaí, Tatiana Pará Monteiro de Freitas; e
– o consultor técnico da Federação dos Trabalhadores na Agricultura (Fetragri), Carlos Augusto Pantoja Ramos.

 

 

Fonte – Agência Câmara

Foto – Divulgação

Deixe uma resposta