iGUi doa piscina e contribui com proteção ao peixe-boi

Variedades

A iGUi, maior fabricante e comercializadora global de piscinas em poliéster reforçado com fibra de vidro (PRFV), doará uma piscina à Associação Amigos do Peixe-boi (AMPA) no próximo dia 6 de dezembro.

A doação será realizada por meio da iGUi Ecologia, braço da fabricante de piscinas responsável por suas iniciativas de proteção ambiental e desenvolvimento científico. O ato de entrega da piscina contará com a participação de Filipe Sisson, fundador e presidente da iGUi, e de Paula Baldassin, médica veterinária responsável pela iGUi Ecologia.

A piscina do modelo Key West, será utilizada, segundo Paula, para a reabilitação dos filhotes de peixes-bois e utilizada no transporte dos animais para a soltura. “Esse transporte ocorre por via fluvial e essas piscinas são as únicas que cabem no barco”, explica.

A sustentabilidade e a proteção ao meio ambiente estão no DNA da iGUi, “água” em tupi-guarani e marca que é sinônimo de piscina. Todas as iGUis possuem sistema de filtragem que consome menos água e eletricidade, e sua fabricação emite 32 vezes menos CO₂ (gás carbônico) do que a das piscinas tradicionais.

“Poder contribuir com a preservação desses animais e da natureza é parte da missão da iGUi, da iGUi Ecologia, e algo que nos motiva a continuar investindo e desenvolvendo produtos sustentáveis e programas socioambientais e de pesquisa científica”, afirma Sisson.

Ameaçado de extinção, o peixe-boi da Amazônia é o menor da espécie no mundo, podendo chegar a até 3 metros de comprimento e 450 kg.

Criada no ano 2000, a AMPA tem por objetivo promover a pesquisa e a proteção dos mamíferos aquáticos da Amazônia. Além de participar da doação da piscina, Sisson conhecerá o Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (INPA), parceiro da AMPA, e o boto-vermelho, mais conhecido como boto cor-de-rosa, outra espécie endêmica da Amazônia e que está na lista vermelha dos animais com risco de extinção.

 

Fonte – Ascom

Foto – Divulgação

Deixe um comentário