Maneiras de desenvolver inteligência emocional no trabalho

Variedades

A especialista em desenvolvimento humano e CEO Madalena Feliciano diz que a inteligência emocional ajuda a diminuir o estresse e a ansiedade, aumenta a empatia, a produtividade, a autoestima e a autoconfiança, aprimora a capacidade de tomar decisões, traz mais equilíbrio emocional, ajuda e entender com mais clareza os objetivos e metas de vida e melhora a gestão do tempo.

A inteligência emocional é a capacidade de identificar, entender, analisar e gerenciar as próprias emoções, também inclui compreender e lidar com as emoções do outro.

Como a inteligência emocional tem a ver com a capacidade de lidar com as próprias emoções e as dos outros, a inteligência emocional no trabalho é a capacidade que um profissional tem de identificar e gerir suas emoções levando em conta o efeito delas em seu desempenho individual, na performance de sua equipe e no sucesso da empresa como um todo. Também envolve compreender e lidar com as emoções de cada um com quem entra em contato no trabalho, seja um colega, superior, subordinado, cliente, entre outras relações, afirma a CEO.

Pilares da inteligência emocional

A inteligência emocional em cinco habilidades, que ficaram conhecidas como os 5 pilares da inteligência emocional:

Conhecer as próprias emoções;

Controlar as emoções;

Automotivação;

Empatia;

Saber se relacionar.

Por meio desses 5 pilares da inteligência emocional, já conseguimos ter uma ideia de porque essa habilidade é tão valorizada no contexto profissional.

Maneiras de desenvolver a inteligência emocional no trabalho

Autoconhecimento

“Você precisa se conhecer se quiser controlar e aprender a lidar com suas emoções e sentimentos. É necessário autoconhecimento; olhar para seu íntimo e descobrir como lidar consigo mesmo, com o outro e com o mundo.” explica Madalena. Pergunte-se:

Quem sou?

O que preciso melhorar?

O que estou fazendo para alcançar minha melhor versão?

O que me causa desequilíbrio e por quê?

Analise suas emoções

Pessoas emocionalmente inteligentes analisam seus sentimentos e ações. Um pensamento gera um sentimento; e um sentimento, leva a uma ação. Portanto, é necessário analisar pensamentos e sentimentos para entender a motivação dos atos.

Autocontrole

Buscar o autocontrole é fundamental para o desenvolvimento da inteligência emocional. Uma vez que você investigar seus pensamentos e sentimentos, vai conseguir controlar melhor suas ações. Tente não agir por impulso e aprenda a reconhecer suas reações.

Saiba como se expressar

Ter inteligência emocional não significa ser perfeito ou aceitar todas as coisas e situações. Também tem a ver com a forma como você se expressa, tanto para concordar como para discordar. O desenvolvimento da inteligência emocional tem a ver com a expressão de sentimentos e emoções por meio de diálogos francos e respeitosos.

O aprimoramento da inteligência emocional é constante e diário. Requer determinação e força de vontade, use o máximo de recursos que puder para desenvolver sua inteligência emocional no trabalho, orienta Madalena Feliciano.

 

Fonte – Ascom

Foto – Divulgação

Deixe um comentário