Projeto de Bototerapia solicita apoio para adaptação de flutuante

Variedades

Para dar continuidade ao Projeto Bototerapia com crianças e adolescentes com deficiência, o fisioterapeuta Igor Simões de Andrade está em busca de apoio e parcerias para a adaptação de um flutuante, um espaço próprio para a prática de Bototerapia, localizado na comunidade da Cachoeira do Castanho, no município de Iranduba, Amazonas. A nova localização permitirá o deslocamento das crianças e adolescentes com deficiência via estrada, o que torna bem mais fácil o acesso.

O espaço, além da prática de bototerapia, será um ambiente voltado para uma biblioteca sobre mamíferos aquáticos, de preservação e educação ambiental, que poderá receber escolas e instituições.
O flutuante precisa de adaptações na plataforma com acessibilidade para cadeirantes, reparos no telhado, assoalho e uma estação de tratamento de esgoto.

O apoio pode ser feito por meio de doação de itens como: telhas, gerador, motor rabeta, assoalho, madeira, entre outros, ou ainda em espécie.

A bototerapia tem ajudado na melhoria da qualidade de vida no desenvolvimento de crianças e adolescentes com deficiência do Abrigo Moacyr Alves.

“Se conseguirmos apoiadores que possam custear os valores dessa adaptação no flutuante, podemos levar mais vezes as crianças e incluir mais pessoas na terapia. Podemos ajudar uma criança a permitir ter mais contato com as pessoas, ter mais movimento e equilíbrio, melhorar a respiração, dentre muitos outros benefícios”, afirmou Ygor.

A bototerapia é um método de interação ou terapia assistida com os botos livres da Amazônia, desenvolvida proporcionando às crianças uma maior integração com a natureza e a melhoria da qualidade de vida.

O fisioterapeuta, também, ministra todas às quintas-feiras, de forma voluntária, yoga aos funcionários e crianças do Abrigo Moacyr Alves.

Para a Diretora e Psicóloga, Claudete Ciarlini, a bototerapia proporciona nos participantes uma convivência alegre e saudável, com os animais e natureza, despertando neles um enfrentamento perante o novo ou o desconhecido.

Os interessados podem entrar em contato nos telefones : (92) 99363-4484 ou 99142-6764 que também funcionam como WhatsApp.

Acolher, cuidar e dar apoio às crianças e adolescentes com deficiência (neuropáticas e psiquiátricas) tem sido a principal meta do Abrigo Moacyr Alves que atua há mais de 30 anos na cidade de Manaus.

 

Fonte – Ascom

Foto – Divulgação 

 

 

 

Deixe um comentário