Extensão da Ufam leva capacitação para Abertura do Primeiro Negócio à alunos do Cetam

Variedades

Empreendedorismo social, tecnologias empreendedoras, gestão de pessoas, marketing digital e aspectos legais para a abertura de uma empresa foram os temas tratados, durante essa semana, na ‘Capacitação Profissional para Abertura do Primeiro Negócio’. As palestras foram ministradas por professores da Universidade Federal do Amazonas (Ufam) aos alunos do Centro de Educação Tecnológica (Cetam), na unidade Escola de Formação Profissional Padre Estelio Dalison, localizado na rua Brasília, bairro São Jorge, zona Centro-Oeste da capital.

Ao todo, foram mais de 200 inscritos, com certificação de 15h, na nona edição do evento. A iniciativa faz parte do projeto de extensão do curso de Administração da Ufam, por meio do Programa Atividade Curricular de Extensão (PACE). De acordo com o coordenador do projeto, professor Ricardo Jorge da Cunha Costa Nogueira, a ideia da Universidade oferecer capacitação para Abertura do Primeiro Negócio em uma escola profissionalizante tem início com a preocupação dos educadores da Ufam com as perspectivas profissionais daqueles que serão colocados no mercado.

“O intuito é fomentar nesses futuros profissionais a ideia de que é possível ter o seu próprio negócio a partir de um bom planejamento. Temos, no centro profissionalizante, alunos com a vontade e iniciativa de aprender e porque não ampliar essa perspectiva, mostrando possibilidades dentro do empreendedorismo”, explica.

A aluna do curso de ‘Massagem com Pedras Quentes’ do Cetam, Aiana Farache, definiu a capacitação como a possibilidade de encontrar, em um só lugar, conhecimentos que possibilitam a ela sonhar com o próprio negócio. “A gente sempre tem em mente ter nosso próprio negócio, mas temos dificuldades em operacionalizar. O que encontrei na Capacitação foram informações das diferentes frentes de trabalho que devemos olhar ao pensar em abrir nosso próprio negócio. A forma como foi passada para a gente nos leva a pensar que é possível”, completa.

Para a diretora da Escola de Formação Profissional Padre Estelio Dalison, professora Arlene Bonfim, receber a Capacitação é mostrar aos alunos as diversas possibilidades que o mercado de trabalho pode oferecer. “A política estadual é voltada para a formação profissional e no Centro é possível encontrar pessoas em processo de formação que já estão caminhando para abrir seu próprio negócio. Ter um curso de Capacitação voltado para o tema aproxima o desejo dos alunos da realidade. E, claro, de forma mais segura ao entender as possibilidades e os riscos”, frisa.

Programação

A semana começou com o professor Jurandir Dutra falando sobre “Empreendedorismo social”. Na terça-feira, 25, foi a vez do docente Giovanni Uchôa abordar o tema “Tecnologias empreendedoras”. Em seguida, dia 26, a palestra sobre “Empreendedorismo a partir da gestão com pessoas” foi proferida pela professora Ana Flávia Moraes de Moraes. Ontem, 27, o assunto foi “Marketing digital para empreendedores”, com o professor Afrânio Soares. O encerramento, hoje, 28, das 19h30 às 20h30, fica por conta do professor Luiz Augusto Soares, que falará sobre “Aspectos legais para abertura de uma empresa”.

Segundo o docente, professor Afrânio Soares, a palestra sobre ‘Marketing digital para empreendedores’ trouxe um tema voltado para novos negócios que envolvam o comércio eletrônico. “Essa é uma modalidade que tem crescido e as expectativas é que se torne uma tendência de consumo. A temática está sendo estudada na academia e praticada no mercado, então, é importante mostrar esse caminho aos alunos do Cetam”, enfatiza.

O professor Afrânio Soares lembrou, também, que a Capacitação não leva apenas o conhecimento em si, além disso, aproxima a Universidade do público em geral e o público da Universidade. “Esse é um bom momento para desmitificarmos a ideia de que o conhecimento científico está distante da população. O objetivo é que os alunos do Centro possam extrair das palestras algo útil para si e para o seu negócio”, completa.

Troca

A Capacitação Profissional para Abertura do Primeiro Negócio é importante não só para os alunos do Cetam, mas também para os discentes da Ufam. Foram eles, sob a coordenação do professor Ricardo Nogueira, os responsáveis pelo planejamento, logística e execução do evento. Participaram 10 alunos, do sétimo período, em frentes de trabalho que incluíram pensar em objetivos, infraestrutura, divulgação, identidade visual, entre outras.

Para a aluna Lana Gonçalves Rodrigues, essa foi uma oportunidade de trabalhar em equipe. “Passamos boa parte do curso de Administração estudando a importância dos colaboradores dentro de uma organização e trabalhar no evento possibilitou colocar em prática os ensinamentos aprendidos em sala de aula”, conta.

O coordenador do projeto, professor Ricardo Jorge da Cunha Costa Nogueira lembrou, ainda, da relevância da extensão dentro da Universidade. “A extensão é o braço da Ufam junto à comunidade. Sair dos muros da Ufam é uma experiência interessante não só do ponto de vista dos docentes, mas também dos nossos discentes. Eles aprimoram conhecimentos e estabelecem relações tanto com os professores quanto com os alunos do Cetam. Isso é, de fato, diminuir as barreiras, mostrar o que produzimos dentro da Universidade e popularizar o conhecimento. Nesse sentido, todo semestre, fazemos essa parceria entre docentes, discentes e Governo do Estado”, finaliza.

Cetam

O Centro de Educação Tecnológica do Amazonas (Cetam) é uma autarquia vinculada à Secretaria de Estado de Educação e Qualidade do Ensino (Seduc) que desenvolve ações relacionadas à oferta de educação profissional em todo estado do Amazonas, com foco na capacitação de pessoas para a ampliação das oportunidades de empregabilidade e de geração de renda por meio do trabalho autônomo. O Cetam atua em Manaus e nos 61 municípios do Amazonas, ofertando cursos em unidades próprias de ensino ou por meio de parcerias com instituições. de natureza pública federal, estadual e municipal, com o setor empresarial, com organizações não governamentais e com outras entidades.

Fonte – Ufam

Foto – Divulgação