Instituto Educações vai conceder 15 mil bolsas de estudo para educação básica e superior no Amazonas e Rondônia

Variedades

O Instituto Educações lançou inscrições para 15.000 bolsas de estudo, com 50% do valor das mensalidades voltadas à educação básica (infantil, fundamental e médio), graduação e pós-graduação.

A primeira etapa da seleção será encerrada em 15 de dezembro.

Os benefícios serão concedidos a estudantes do Amazonas, que sejam iniciantes (não matriculados na instituição desejada) e reingressantes (matrículas inativas ou trancadas), visando beneficiar candidatos com renda familiar de até 03 salários mínimos por pessoa, na sua unidade de moradia. Candidatos que já possuem graduação ou pós-graduação também podem concorrer.

Credenciamento e inscrições

O credenciamento das vagas e novas instituições de ensino privado ocorrerá junto à sede do Instituto Educações, situada à Rua Rio Javari, n° 14 – Nossa Senhora das Graças, com atendimento de segunda à sexta, de 08h às 18h e aos sábados, de 08h às 12h. Os interessados nas bolsas de estudo devem acessar o portal ou buscar informações através do WhatsApp (92) 991395822.

Iniciado em janeiro de 2013, o Programa Educações é apoiado pela Federação Nacional das Escolas Particulares – FENEP e pelo Sindicato dos Estabelecimentos de Ensino Privado do Amazonas – SINEPE-AM. Em aproximadamente 06 anos, superou a marca de 35.000 bolsas de estudo concedidas, por meio de parcerias com mais de 40 instituições de ensino privado do Amazonas. Além da educação básica e superior, as famílias terão acesso às bolsas para educação profissional, idiomas, cursos livres e supletivo.

Para a presidente do Sindicato dos Estabelecimentos de Ensino Privado do Amazonas (SINEPEAM), Elaine Saldanha, o Educações exerce papel importante para a inclusão educacional no Amazonas. ” Precisamos unir forças para proporcionar o melhor ensino que pudermos. O setor da educação particular brasileira precisa de todo o apoio possível”, destacou a professora.

Educaçoes Rondônia

O Educações já rompeu as barreiras do Amazonas e está atuando também em Rondônia, nas cidades de Porto Velho, Cacoal, São Miguel, Espigão D’oeste, Vilhena e Ji-Paraná. Novas frentes estão sendo abertas em outros estados do Brasil. O programa não limita-se à concessão das bolsas de estudo, pois realiza inclusão socioeducacional de seus beneficiários, até a conclusão do curso. O acompanhamento reduz a evasão através de atividades complementares vinculadas às instituições parceiras, afirma o diretor – presidente do programa, professor Rony Siqueira.

Fonte – Ascom

Foto – Divulgação