Manaus ganha roteiro turístico inclusivo para pessoas surdas

Variedades

Um roteiro inclusivo para turistas, com foco na acessibilidade para visitantes surdos, será foi lançado no sábado (30) no Bosque da Ciência, que pertence ao Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (INPA), em Manaus. O bosque, que apresenta a fauna e flora da Amazônia, é um dos pontos turísticos mais visitados da capital. A visitação turística para surdos terá o suporte de celulares com base no sistema de inteligência artificial “Giulia – Mãos que Falam”, instrumento de tecnologia assistiva que utiliza a Língua Brasileira de Sinais (Libras).

O aplicativo vai tornar a visita aos atrativos turísticos do bosque autoguiada e já está disponível para download na Google Play Store (celulares com sistema Android). A partir deste sábado, mediante a retirada de um crachá na portaria do bosque, o visitante poderá acessar as informações dos atrativos em Libras, por meio da leitura de QRCodes. O app foi idealizado pelo professor Manuel Cardoso, da Universidade Federal do Amazonas (UFAM), iniciativa inédita que contou com um projeto piloto realizado com alunos surdos de uma escola de Manaus.

“O objetivo é romper as barreiras e dar acessibilidade aos espaços públicos de turismo e lazer, garantindo a participação plena e efetiva da pessoa surda em condições de igualdade na sociedade”, disse a professora Selma Batista, da Universidade do Estado do Amazonas (UEA). A pesquisadora orientou o trabalho do curso de Turismo realizado com o apoio de uma startup de inovação tecnológica. O projeto da professora Selma foi o mais votado entre os profissionais que disputaram o 1º Prêmio Nacional do Turismo, na categoria Academia, realizado pelo Ministério do Turismo no ano passado.

ACESSIBILIDADE – O Ministério do Turismo também disponibiliza o aplicativo do site Guia Turismo Acessível, que promove a inclusão social e o acesso de pessoas com deficiência ou com mobilidade reduzida aos atrativos e serviços turísticos do Brasil. O app é colaborativo e permite o cadastramento e avaliação de acessibilidade dos empreendimentos e pontos turísticos em todos os estados do país. O programa do Ministério do Turismo tem o objetivo de permitir o alcance e a utilização de serviços, edificações e equipamentos turísticos com segurança e autonomia pelos turistas com deficiência ou dificuldade de locomoção. “O site e o App são uma ponte entre as pessoas com deficiência e os prestadores de serviços turísticos que estejam preparados para recebê-los com mais autonomia e segurança”, diz a coordenadora-geral de Sustentabilidade e Turismo Responsável do MTur, Gabrielle Nunes de Andrade.

 

 

Fonte – Mtur

Foto – Divulgação