Mulheres ingressantes no Ensino Superior são maioria no Amazonas

Variedades

O número de mulheres ingressantes no Ensino Superior é 10,8% maior que o de homens no Brasil: dos 6.529.681 milhões de pessoas que se matricularam para cursar uma graduação, 3.618.763 são do sexo feminino. Esse público está concentrado em universidades e faculdades, em detrimento de centros universitários e institutos federais. No Amazonas, a diferença é ainda maior: dos 140.017 mil novos acadêmicos, mais de 55%, ou seja, 77.256 mil são mulheres.

O levantamento é do Censo da Educação Superior 2017, último dado divulgado pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep). A checagem dos dados da pesquisa de 2018 iniciou no último mês de abril.

A realidade desse perfil pode ser observada na prática na faculdade Martha Falcão | Wyden, que realiza, neste domingo, 26.05, o vestibular para ingresso no segundo semestre do ano. As acadêmicas representam a maioria dos alunos que ingressam nos 28 cursos da instituição. As graduações das áreas de Tecnologia e Engenharia ainda têm predominância de homens, porém, a presença de mulheres nestes cursos é uma crescente observada nos últimos anos.

Fonte – Ascom FMF

Foto – Divulgação