No Pará, Mangal vai ter programação especial no Dia Nacional da Cultura

Variedades

No dia 5 de novembro, dia Nacional da Cultura, o Mangal das Garças oferece programação especial em homenagem a cultura regional. O projeto teatrinho do Mangal terá a contação de estória “O dia em que a terra virou mar”, que retrata de forma lúdica a sabedoria e os encantos dos povos da Amazônia. Também haverá atividades de educação ambiental no “Momento Ecozoo”, com as curiosidades sobre o marreco. A programação é gratuita e terá início às 9h30, no entorno do Memorial Amazônico da navegação.

Cada região do país guarda suas próprias características e a Pará 2000, que administra o Parque Zoobotânico, não poderia deixar de homenagear uma das mais ricas em manifestações culturais: a Amazônia.

Por isso, na estreia da programação de novembro, o projeto traz aos visitantes do parque a contação de estória “O dia em que a terra virou mar”, produzida por Leonel Ferreira. Baseada nos contos e causos amazônicos a peça trata de temas como a preservação da flora e da fauna ameaçadas de extinção, bem como o saber tradicional dos povos da floresta, tudo de forma interativa, utilizando a manipulação de bonecos.

“Me sinto muito feliz em poder dividir o meu trabalho com as pessoas, pois considero de extrema importância o conhecimento da tradição oral, das estórias que povoam nosso imaginário e que fazem parte da formação da cultura do nosso povo. O rio, por exemplo, é algo muito presente no cenário amazônico, então ao propor a contação de uma estória, trazendo isso para o teatro, penso no resgate das nossas origens e no quanto a oralidade está presente na construção da nossa cultura”, frisou Leonel.

O projeto Teatrinho do Mangal é realizado todo primeiro e terceiro domingos do mês, e conta com apresentações artísticas que fomentam a valorização da cultura regional, somada às atividades de educação ambiental no “Momento Ecozoo”, que apresenta às crianças curiosidades e informações sobre os bichos que vivem no Parque. Uma verdadeira aventura de saberes e cultura para os pequenos visitantes.

 

Fonte – Governo do Pará

Deixe uma resposta