Pesquisadores da UFMG criam embalagens que absorvem resíduos de agrotóxicos

Variedades

Pesquisadores da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), conseguiram desenvolver uma embalagem que pode ajudar a descontaminar alimentos e água com resíduos agrotóxicos dos alimentos.

Na verdade, trata-se de um revestimento de espuma à base de poliuretano – um tipo de plástico usado em esponjas e isolantes térmicos ou acústicos – capaz de absorver esses componentes prejudiciais à saúde.

O produto interage apenas com o pesticida, sem interferir nos nutrientes das frutas e verduras.

Após uma série de analise foi possível perceber que com a imersão da espuma em meio aquoso foi possível extrair contaminantes e ainda recuperar o material para nova utilização. Foram testados alguns grupos de agrotóxico usados com mais frequência.

Outra possibilidade é o desenvolvimento de um tipo de filme plástico capaz de detectar e absorver restos de contaminantes ao ser utilizado para envolver uma fruta, por exemplo.

Todos esses meios de descontaminação ainda estão em fase de teste, sem previsão de fabricação com longa escala.

 

Fonte – Roma News

Foto – Divulgação