Programa “Lixo Zero, Social 10” vai instalar 15 usinas de reciclagem na capital e interior do AM

Variedades

Manaus e outros 14 municípios do Amazonas estão prestes a ganhar 15 usinas de reciclagem de materiais como papelão, plástico, metal e vidro. O material, que antes era jogado em lixões da capital e interior, será separado, processado e depois comercializado por cooperativas de catadores.
A iniciativa faz parte do programa “Lixo Zero, Social 10”, que será lançado nesta quarta-feira (01º/11), no auditório da Fieam, pela Confederação Elo Social Brasil (CESB).

Cada usina de reciclagem e compostagem construída nos municípios terá também um prédio social e uma cooperativa de trabalho formada por catadores contratados na localidade. A previsão da Confederação Elo Social Brasil é gerar mais de cinco mil empregos diretos e indiretos na capital e interior do Amazonas.

A implantação das usinas dará aos municípios um melhor controle sobre a destinação de resíduos sólidos, que pode gerar renda para milhares de famílias, além de reduzir a poluição ambiental.
Pela primeira vez, o Amazonas terá usinas de reaproveitamento de vidro. O material será triturado nos municípios e depois vendido para empresas de reciclagem especializadas em beneficiamento de vidro.
O diretor presidente da CESB, Jomateleno Santos, explica que o programa “Lixo Zero, Social 10” já foi implantado em outros Estados do País, onde também foram criadas cooperativas de catadores.

“O programa ajudou dezenas de municípios a dar destinação correta ao lixo reciclável, além auxiliar milhares de famílias a sair de condições subumanas nos lixões”, explicou o diretor presidente da CESB.
A apresentação do programa terá a presença dos prefeitos do interior onde serão instaladas as usinas de reciclagem e criadas as cooperativas de catadores.

Lista dos municípios que receberão usinas de reciclagem:

1. Manaus

2. Itacoatiara

3. Parintins

4. Manacapuru

5. Maués

6. Urucurituba

7. Eirunepé

8. Manicoré

9. Santa Izabel do Rio Negro

10. Coari

11. Manaquiri

12. Tabatinga

13. São Paulo Olivença

14. Iranduba

15. Novo Airão

 

Fonte – CESB

Deixe uma resposta