Seminário no Paraná vai debater desafios e oportunidades do setor audiovisual

Variedades

Os rumos do mercado consumidor de audiovisual no Brasil e formas de produtoras se diferenciarem para atrair clientes são algumas das pautas do IV Seminário Mercado Audiovisual 2018 – Desafios para empreender. Realizado pelo Sebrae/PR e BRAVI (Brasil Audiovisual Independente), com o apoio do Sindicato da Indústria Audiovisual do Paraná (SIAPAR) e ANDRI – Soluções em Gestão, o evento promove rodada de negócios e painéis temáticos, nos dias 26 e 27 de julho, na sede do Sebrae/PR em Curitiba.

As inscrições para o seminário, que ocorre no dia 26, das 9h30 às 18 horas, podem ser feitas até o dia 23 de julho. No dia 27, acontecerão rodadas de negócios, cujas inscrições estão encerradas. O objetivo é promover a comercialização de conteúdos audiovisuais de vários gêneros e formatos, aproximando criadores independentes de players do mercado brasileiro de mídia e entretenimento. No total, foram 77 projetos inscritos, para se apresentar a 12 players, entre canais fechados e distribuidoras.

“O evento é uma oportunidade para aprender, negociar e trocar experiências. Estamos trazendo executivos para explicar quais são as expectativas dos canais acerca dos produtos, em um cenário de grande disputa em busca por audiência. O objetivo é apontar oportunidades e debater para onde vai o mercado de consumo, tratando de temas como distribuição e relacionamento com os players”, explica Walderes de Lourdes Bello, gestora do projeto de Economia Criativa, do Sebrae/PR.

Entre os players que estarão presentes no evento, encontram-se Box Brasil, Cinebrasil TV, TV Cultura, Curta!, EBC TV Brasil, Elo Company, Gloob Gloobinho, Moonshot Pictures, Viacom Networks, Videocamp, Vitrime Filmes e ZooMoo.

O Seminário é aberto ao público interessado em conteúdo audiovisual, como produtores, técnicos da área e estudantes. “O evento é importante para a mobilização do Estado no cenário da produção audiovisual e o acesso das produtoras aos players do mercado. Como a maior concentração de programadores e canais fica no eixo Rio-São Paulo, fica mais difícil o contato direto com eles. O Seminário possibilita esta interação”, destaca Rodrigo Martins, presidente do SIAPAR.

Martins vai mediar o painel “O papel do audiovisual como estratégia de desenvolvimento regional, cultural e social”, que vai tratar do aporte de recursos do governo federal no setor e das contrapartidas estaduais nesse sentido. “O incentivo à produção local de conteúdo audiovisual é uma forma de mostrar a cultura de cada região para todo o mundo”, ressalta Walderes.

Para Rodrigo Martins, além da comercialização do conteúdo – que é prioritária – os desafios do setor incluem a necessidade de ampliação dos investimentos de forma descentralizada. “A regionalização das políticas de desenvolvimento audiovisual auxilia no aprimoramento da cadeia produtiva do audiovisual nos estados e regiões de forma republicana”, afirma.

 

Fonte – Sebrae

Foto – Divulgação

5 comments

  • Undeniably believe that which you said. Your favorite justification seemed
    to be on the web the easiest thing to be aware of.
    I say to you, I definitely get annoyed while people think about worries that they plainly do not know about.
    You managed to hit the nail upon the top as well as defined out the
    whole thing without having side-effects , people can take a signal.
    Will probably be back to get more. Thanks

  • Hello there! This is my first visit to your blog! We are a collection of volunteers
    and starting a new initiative in a community in the same niche.

    Your blog provided us valuable information to work on. You
    have done a outstanding job!

  • Thank you a bunch for sharing this with all people you actually realize what you are talking approximately!
    Bookmarked. Kindly additionally discuss with my web site =).
    We could have a link trade agreement among us

Deixe uma resposta