Universidade de São Paulo e Universidade Estadual do Amazonas discutem parceria

Variedades

No último dia 1º de fevereiro, o reitor da Universidade Estadual do Amazonas (UEA), Cleinaldo de Almeida Costa, visitou a Reitoria da Universidade de São Paulo (USP) e foi recebido pelo vice-reitor Antonio Carlos Hernandes, acompanhado do chefe de Gabinete substituto, Marcos Domingos Siqueira Tavares, e do pró-reitor de Pesquisa, Sylvio Roberto Accioly Canuto.

Durante a visita, Costa reforçou que a UEA tem grande interesse em fortalecer a parceria entre as duas universidades com um apoio institucional que reúna todas as atividades que já estão sendo desenvolvidas e alavanque outras iniciativas.

“A USP defende a necessidade de proteção da Amazônia e a valorização do trabalho de pesquisa tanto na Amazônia Verde quanto na Amazônia Azul. Ainda há muito a aprender e, além do interesse na pesquisa e na inovação tecnológica, temos condições de contribuir com soluções para a sua preservação e desenvolvimento”, afirmou o vice-reitor Antonio Carlos Hernandes. O dirigente também explicou que a USP tem procurado aumentar especialmente a colaboração com instituições brasileiras e dos países da América Latina.

Acompanharam a visita, os representantes da Fundação Vanzolini João Amato Neto (presidente), Marcelo Schneck Pessôa, José Renato Santiago Junior e Marilene Gomes de Vasconcelos Flores.

Na comitiva da UEA estavam o vice-diretor e o diretor executivo da Fundação Universitas de Estudos Amazônicos, Carlos Henrique de Souza e Elias Moraes de Araújo, respectivamente, e a assessora do reitor, Tatiane Freitas de Almeida.

A USP é a melhor universidade da América Latina e a brasileira mais bem colocada entre as instituições internacionais.

A última lista do UI GreenMetric World University Ranking, divulgada no final de 2018, colocou a USP em 23º lugar entre as universidades mais sustentáveis do mundo – ela subiu cinco posições em relação ao ano passado e manteve-se em primeiro lugar entre as brasileiras. Foram avaliadas, ao todo, 719 instituições de 81 países.

A Universidade é responsável por mais de 20% da produção científica do Brasil. A USP esta entre as instituições de pesquisa que mais publicam estudos científicos no mundo. Produz tecnologia avançada. Formando profissionais em todas as áreas do conhecimento, tem contribuído com a formulação de políticas públicas, coordena hospitais de referência, possui museus e centros de divulgação científica e cultural, além de oferecer inúmeros serviços à sociedade.

Criada em 25 de janeiro de 1934, quando se comemora o aniversário da capital paulista, através do decreto (nº 6.283) do então interventor estadual, Armando de Salles Oliveira, a USP em 2019, esta comemorando 85 anos.

 

Fonte – USP

Edição – Coopnews

Foto – Divulgação