Começou no sábado, 2 de outubro, a Semana Nacional de Ciência e Tecnologia 2021

Ciência e Tecnologia

No sábado, dia 2 de outubro, inicou a 18a Semana Nacional de Ciência e Tecnologia (SNCT), organizada pelo Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI). Em 2021, a programação ocorre de 2 a 8 de outubro, tendo como tema central “A transversalidade da ciência, tecnologia e inovações para o planeta”. Com atividades capilarizadas por todo o país, o objetivo da SNCT é mostrar à população a importância da ciência e da tecnologia na vida de todos, oferecendo uma oportunidade de debate sobre a relevância e os impactos de pesquisas científicas e tecnológicas realizadas no Brasil.

No Pará, a Universidade Federal do Pará está organizando várias atividades por meio do Projeto “A ciência no cotidiano: território propício à transversalidade”, em parceria com a Universidade Federal Rural da Amazônia (UFRA), a Universidade Federal do Oeste do Pará (Ufopa), o Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Pará (IFPA), a Secretaria de Estado de Educação do Pará (Seduc-PA), a Universidade do Estado do Pará (Uepa) e a Secretaria Municipal de Educação de Belém (Semec).

Estão previstas oficinas, minicursos, webinários, rodas de conversa, mesas-redondas e apresentações culturais, em Belém, Acará, Altamira, Cametá e Santarém. Algumas atividades serão on-line e contarão com transmissão ao vivo pelo YouTube e Facebook. Confira aqui a programação preliminar, que será atualizada ao longo do mês de outubro.

Abertura – A SNCT 2021 será lançada oficialmente com a roda de conversa “Coffee time: interculturality and language teaching”, que será realizada neste sábado, 2, às 19h, com a participação de Abbey Alabi (Nigéria), James Van Bancroft (Inglaterra) e Tiffany Sobas (Estados Unidos). Para participação no bate-papo, é necessário realizar inscrição, pois as vagas são limitadas.

A programação continuará ao longo da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia e do mês de outubro, que é o Mês Nacional da Ciência, Tecnologia e Inovações, instituído pelo MCTI para a promoção de atividades de popularização da ciência.

A ideia é explorar o tema central de forma inter e transdisciplinar, envolvendo diferentes áreas de conhecimento, como Comunicação, Matemática, Ensino, Neurociências, Ciências Biológicas, Ciências Oceânicas, Ciências Humanas, entre outras, por meio da interação das equipes de trabalho da UFPA formadas por professores e alunos do Núcleo de Inovação e Tecnologias Aplicadas a Ensino e Extensão (NITAE2), do Instituto de Educação Matemática e Científica (IEMCI), do Instituto de Ciências Exatas e Naturais (ICEN), do Instituto de Ciências Biológicas (ICB), do Instituto de Geociências (IG), do Instituto de Filosofia e Ciências Humanas (IFCH), do Núcleo de Ecologia Aquática e Pesca da Amazônia (NEAP) e da Escola de Aplicação (EAUFPA).

 

 

Fonte – Ufopa

Foto – Divulgação

 

Deixe uma resposta