Quatro em cada dez micro e pequenos empresários pretendem investir nos próximos três meses

Notícias

Uma pesquisa feita pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e pelo Serviço de Proteção ao Crédito, o SPC Brasil, aponta que quatro em cada dez micro e pequenos empresários pretendem investir nos próximos três meses.

A economista-chefe do SPC Brasil, Marcela Kawauti, conta que, entre os que disseram que vão investir, 54% afirmaram que a finalidade será o aumento das vendas. Outros 35% buscam atender ao crescimento da demanda e 23% pretendem adaptar o negócio a uma nova tecnologia.

“O principal motivo para este investimento vai ser o aumento das vendas ou atender ao crescimento da demanda. Isso nos leva a crer que essas festas de final de ano podem incentivar os empresários a investir; o que é muito bom, especialmente quando a gente lembra que o momento econômico ainda é de economia muito fraca e o investimento dos empresários pode ajudar na recuperação”, disse.

Marcela Kawauti ressalta ainda que em termos percentuais, sete em cada dez (70%) donos de pequenos negócios descartam a possibilidade de contratar crédito.

“70% dos micro e pequenos empresários não vão tomar crédito. Então, eles vão investir sim, mas principalmente via recurso próprio, ou seja, eles não vão recorrer a empréstimos. Vão usar os recursos que eles já têm para fazer estes investimentos”, conta.

Já entre os que pretendem contratar crédito, 47% irão recorrer a empréstimos, 25% a financiamentos e 12% ao cartão de crédito empresarial. As principais finalidades para tomada do crédito serão compra de equipamentos e maquinários (31%), capital de giro (28%), ampliação do negócio (25%), aumento do estoque (23%) e reforma para melhorias da empresa (8%).

As micro e pequenas empresas representam 39% e 35% do universo de empresas brasileiras nos segmentos de comércio e serviços, respectivamente.

 

Foto – Divulgação

Deixe uma resposta